A estrutura esquemática de gênero e as relações lógico-semânticas em um exemplar de gênero da família do argumentar

Angela Maria Rossi, Gessélda Somavilla Farencena

Resumo


Sob o enfoque de gênero da Escola de Sydney (ROSE; MARTIN, 2012) e da Gramática Sistêmico-Funcional (HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2014), este artigo objetivou verificar como as relações lógico-semânticas contribuem para a organização da Estrutura Esquemática de um exemplar do gênero discussão. Como predominantes, verificaram-se relações hipotáticas e paratáticas de intensificação, além de simplexos.


---
DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2017n55a501

Palavras-chave


estrutura esquemática de gênero; relações lógico-semânticas; gênero discussão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2017n55a501

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN (online) 2447-4207
ISSN (impresso) 1413-053X


Indexado em:

Periódicos Capes    Diadorim Sumarios.org   Sumarios.org Livre Latindex MLA DOAJ


Licença Creative Commons
O periódico Cadernos de Letras da UFF utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).