DAS ASPAS INVISÍVEIS EM ‘THE DEAD’. [LILY, GABRIEL E O VENTRILOQUISMO DO NARRADOR JOYCEANO]

Omar Rodovalho, Fabio Akcelrud Durão

Resumo


Existindo já, em português, sete traduções integrais do Dubliners de James Joyce e pelo menos outras duas a ponto de serem publicadas, interessará ao presente artigo discutir alguns dos aspectos desses 15 contos que seguem chamando a atenção dos críticos e permitem estabelecer um link direto com a prosa mais madura do autor, link esse que mal se permite ver nas traduções de que atualmente dispomos.


Palavras-chave


Dubliners; James Joyce; tradução

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2014n48a130

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN (online) 2447-4207
ISSN (impresso) 1413-053X


Indexado em:

Periódicos Capes    Diadorim Sumarios.org   Sumarios.org Livre Latindex MLA DOAJ


Licença Creative Commons
O periódico Cadernos de Letras da UFF utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).