INVESTIGANDO A TRADUÇÃO DE ACRÔNIMOS E SIGLAS DA ÁREA DE SENSORIAMENTO REMOTO: UMA PROPOSTA DO PONTO DE VISTA FRASEOLÓGICO

Dalila dos Santos Hasmann, Diva Cardoso de Camargo, Adriane Orenha-Ottaiano

Resumo


Com base nos Estudos da Tradução Baseados em Corpus (BAKER, 1995), na Linguística de Corpus (BERBER SARDINHA, 2004) e na Fraseologia (PAVEL, 2003), e com o auxílio do programa WordSmith Tools 6.0, visamos analisar um corpus de sensoriamento remoto, a fim de identificar siglas e acrônimos em inglês e buscar seus equivalentes em português. Resultados apontam que não há uma padronização nas formas de traduzir tais siglas e acrônimos.


Palavras-chave


siglas; estudos da tradução baseados em corpus; sensoriamento remoto

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22409/cadletrasuff.2014n48a122

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN (online) 2447-4207
ISSN (impresso) 1413-053X


Indexado em:

Periódicos Capes    Diadorim Sumarios.org   Sumarios.org Livre Latindex MLA DOAJ


Licença Creative Commons
O periódico Cadernos de Letras da UFF utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).